TMACUL

Transformação digital puxará expansão no Brasil, afirma CA Technologies

Blog Post created by TMACUL Champion on Nov 24, 2015

http://computerworld.com.br/transformacao-digital-puxara-expansao-no-brasil-afirma-ca-technologies

 

 

 

Computerworld Brasil - Quais os desafios que a empresa enfrentou ao longo do último ano?

Albuquerque - Talvez nosso principal desafio é que os clientes que atendemos sempre foram conhecidos. Temos presença em grandes empresas - bancos, telcos, varejo. Ocorre que o crescimento nessa economia digital não vem apenas dessas companhias. Há uma infinidade de empresas que não ouvimos falar e que não estavam no nosso radar e agora estão. Precisamos compreender como chegar nesses mercados. Justamente por isso, há alguns meses reestruturamos a operação para fortalecer a presença em segmentos distintos. Essa estratégia já deu frutos. Para se ter uma ideia de 50 novas empresa que não eram nossos clientes passaram a ser.

Computerworld Brasil - O que espera para 2016?

Albuquerque - Dá para perceber a CA movendo sua operação de uma forma diferente. Sempre fomos conhecidos como um provedor de infraestrutura. Hoje, passamos a ser uma empresa de aceleração do desenvolvimento da inovação. Espero que, com as novas aquisições e lançamentos incorporados à oferta, possamos chegar a empresas onde não chegávamos e crescer como um player que atua também na área de desenvolvimento das empresas.

 

Computerworld Brasil – Essa mensagem de Ágil, Devops, segurança e APIs centraliza o discurso de vocês no momento. Como isso se desenvolverá na região?

Albuquerque - Não muda muito a forma como se trabalha hoje. Há as divisões de negócio para cada uma dessas soluções, com foco para chegar nos clientes de uma forma mais rápida. DevOps já virou uma realidade no Brasil, mas Ágil ainda não. APIs também está começando no mercado local. Então, essas são as grandes apostas para 2016.

Computerworld Brasil - Nesse contexto, qual sua expectativa com relação aos negócios mais tradicionais que compõem o portfólio da companhia?

Albuquerque - Ainda representam mais de 50% do nosso faturamento. Temos clientes muito importantes nessas soluções. Por isso, temos uma divisão de negócios que trabalha para tratar essas organizações de maneira bastante focada.

Computerworld Brasil - Como toda esse novo posicionamento toca o ecossistema de parceiros?

Albuquerque - A grande mudança que queremos com o parceiro é a especialização. Uma revenda que atua na parte de operações, dificilmente, será a mesma que trabalhará projetos em desenvolvimento ágil. Pode até ser, desde que consiga criar discursos especificos. Não existe mais o canal que vende tudo. Outra grande mudança é a visão de crescimento, na busca de aliados que queiram trazer e atuar nessas contas novas. A estratégia é de especialização e a busca de novos mercados.

*O jornalista participou do CA World 2015, nos Estados Unidos, a convite da CA Techonologies.

 

 

 

 

Digital transformation pull expansion in Brazil, says CA Technologies

 

 

Computerworld Brazil - What are the challenges that the company faced over the past year?

 

 

Albuquerque - Perhaps our main challenge is that the clients we serve have always been known. We have presence in large companies - banks, telcos, retail. It turns out that the growth in this digital economy is not just these companies. There are plenty of companies that do not hear and were not on our radar and are now. We need to understand how to reach these markets. By the same token, a few months ago we restructured the operation to strengthen the presence in different segments. This strategy has already borne fruit. To give you an idea of 50 new company that were not our customers to be.

 

 

Computerworld Brazil - What do you expect for 2016?

 

Albuquerque - CA moving to realize its operation in a different way. We have always been known as an infrastructure provider. Today, we become an acceleration of company of innovative development. I hope that with the new acquisitions and releases incorporated into the offering, companies can reach where we did not reach and grow as a player who also acts in the business development area.

 

 

Computerworld Brazil - This message Agile, DevOps, security and APIs centralize the speech of you right now. How it will develop in the region?

 

Albuquerque - Not much changes the way you work today. There are business divisions for each of these solutions, focused to reach the customer more quickly. DevOps has become a reality in Brazil, but Agile yet. APIs are also starting in the local market. So these are big bets for 2016.

 

 

Computerworld Brazil - In this context, what is your expectation with respect to more traditional businesses that make up the company's portfolio?

 

Albuquerque - still account for over 50% of our revenues. We have very important customers in these solutions. So, we have a business division that works to treat these organizations very focused way.

 

 

Computerworld Brazil - How all this new position touches the partner ecosystem?

 

Albuquerque - The big change we want to partner's specialization. A resale which operates on the operations, hardly will be the same work projects in agile development. It may even be, since it can create specific speeches. There is no longer the channel that sells everything. Another big change is the growth vision in the search for allies who want to bring and work in these new accounts. The strategy is specialization and the search for new markets.

 

 

* The journalist took part in the CA World 2015 in the United States at the invitation of CA Techonologies.

Outcomes